As duas empresas planeiam a implementação de novos projetos

Alidata e Sacos 88: uma parceria tecnológica de sucesso

12/06/2020

Sacos 88 e Alidata são duas empresas leirienses de referência nos respetivos setores de atividade. Ambas com mais de 30 anos de implantação no mercado, foi em 2007 que iniciaram uma parceria que vem sendo aprofundada até hoje. A InterPLAST foi ver como o software Alidata contribuiu para a otimização dos diversos processos produtivos da Sacos 88, permitindo-lhe diferenciar-se no mercado e fazer face aos desafios do setor.

Equipada com a mais recente tecnologia de apoio às diversas fases de fabrico, a Sacos 88 conquistou um importante espaço no setor da produção e comercialização de embalagens plásticas (sacos, mangas e filme) em PEAD e PEBD, contando hoje com clientes em áreas tão diversas como a grande distribuição, a hotelaria, a indústria, a saúde ou a agricultura.

A pareceria com a Alidata começou com a implementação integrada dos módulos de Gestão de Produção, Gestão Integrada, Recursos Humanos e Gestão de Ativos, fulcrais para a gestão de uma unidade fabril como a Sacos 88. Com uma base de dados comum, os vários módulos comunicam permanentemente, o que torna os processos de gestão e de produção mais eficientes e facilita a tomada de decisão em tempo real. Um importante primeiro passo, em áreas essenciais, que marcou o arranque das melhorias incrementais que foram feitas para responder às crescentes necessidades da empresa, num mundo cada vez mais digital e onde se exige maior eficácia e eficiência de processos.

Os vários módulos têm uma verdadeira integração, com uma base de dados comum, e estão em permanente comunicação, o que torna os processos de gestão e de produção mais eficientes e possibilita a tomada de decisão em tempo real.

foto
A Sacos 88 fabrica sacos, mangas e filmes em PEAD e PEBD, por extrusão tubular.

Solução all-in-one

Mas, é quando passamos à unidade industrial que percebemos que o software Alidata controla também toda a produção, desde a extrusão, passando pela impressão, corte e embalagem.

Com base no software criado pela Alidata para a indústria, com diversas especificidades para a de plásticos, a Sacos 88 tem hoje um sistema de produção implementado que permite obter com rigor o custo real de cada unidade produzida. Aquando da entrada automática em stock, a valorização do produto acabado é o somatório dos seguintes elementos: custo da matéria-prima, custo do operador, custo do equipamento, custos fixos e custos externos. Da mesma forma, o abate das matérias-primas consumidas é feito de forma automática e valorizado ao custo médio. Este rigor permite ter os stocks atualizados em tempo real e valorizados contabilisticamente.

Sendo uma fábrica que trabalha maioritariamente por encomenda, a gestão de matéria prima e carga das máquinas de produção é feita com base num exigente Material Requirement Planning (MRP). Assim que as encomendas são recebidas, são transformadas em rigorosos planos e ordens de fabrico, por forma a não gerarem excedentes.

No final do processo de produção, o produto acabado entra em stock devidamente valorizado e a encomenda fica disponível para expedição. Com base nas encomendas terminadas, nas rotas definidas para cada cliente, e na capacidade de cada camião, é feito o planeamento de carga (diário/semanal).

Um desafio para a Alidata

A Sacos 88 tem várias especificidades, caraterísticas deste setor, que foram desafiantes para a Alidata, como recordam os gestores da empresa. Para termos uma ideia da complexidade, os produtos podem ser comercializados em várias unidades de medida (quilo, caixa e milheiro), no entanto, nas várias fases do processo produtivo, as confirmações são fixadas numa unidade de medida específica. Na extrusão, por exemplo, a confirmação das quantidades produzidas é sempre feita em quilogramas, enquanto que na operação de impressão, a confirmação é em metros. Para que tal seja possível, o software Alidata faz uma corelação do peso, medidas e densidade de cada produto. É esta relação quilos/milheiro com base no peso, na densidade e em outros fatores, que permite fazer uma equivalência.

O processo final, que coincide com a entrada em stock do material produzido, acontece já na unidade de medida correspondente a cada produto. Esta funcionalidade permite uma adaptação e versatilidade para que se minimizem os erros na introdução da produção pelos operadores. Na fase final de entrada em stock, após a operação de corte e embalagem, as unidades a considerar são três: caixa, quilogramas (peso) e milheiro. Todas estas relações têm que ter um controlo rigoroso de forma a que os stocks, preços de custo de produção e de venda sejam influenciados de forma correta.

Um processo complexo, mas que é simplificado pelo software Alidata que permite à Sacos 88 a eliminação total do papel no processo de fabrico e o controlo em tempo real do estado de cada ordem de produção/encomenda de cada cliente e, com isto, prever com exatidão o término de cada ordem produção. Todo o plano de trabalho em curso é automaticamente organizado e ordenado por máquina de fabrico, facilitando o trabalho dos operadores.

foto
O software Alidata dá resposta à especificidades da indústria de plásticos, onde, muitas vezes, se trabalha com unidades de medida diferentes em diferentes fases produtivas.

Controlo de qualidade integrado

Mas há mais. Empenhada em oferecer ao mercado um produto de qualidade a Sacos 88 investiu, há vários anos, num laboratório para controlo de qualidade da matéria-prima e dos produtos finais. Depois de vários anos a usar uma aplicação desintegrada, em Microsoft Access, para fazer amostragens e medições, esta foi integrada no módulo de Gestão da Produção do software Alidata para uma total sincronia e integração de dados, reduzindo erros e aumentando a fiabilidade da informação disponível.

O controlo de lotes de matéria-prima e produto acabado permite à Sacos 88 garantir a rastreabilidade dos mesmos, uma vez que existe um controlo exato em cada ordem de fabrico das matérias-primas que foram consumidas com o respetivo lote. Outro dos processos críticos da empresa é o registo e controlo de não-conformidades no processo produtivo. Em cada fase é possível indicar a quantidade de material não-conforme e o respetivo motivo da não-conformidade. Uma análise que possibilita fazer o devido tratamento, reaproveitar se possível, ou enviar para refugo. Todo o desperdício resultante do processo de transformação, é selecionado e separado conforme o seu padrão, dando origem a nova matéria-prima através da sua unidade de reciclagem.

O módulo de produção permite ainda à Sacos 88 efetuar um registo de paragens das máquinas e os respetivos motivos, ficando registado o histórico de inatividade. Esta análise já levou ao investimento numa equipa de manutenção interna, apoiada por um novo módulo de Manutenção, do software Alidata, para apoiar neste processo.

foto
A Sacos 88 conta com um laboratório para controlo de qualidade da matéria-prima e dos produtos finais.

Projetos para o futuro

Atualmente, as duas empresas leirienses colaboram no sentido de implementação de novos projetos como este de manutenção preventiva das máquinas, e outro de automatização de processos entre armazém, produção e expedição. Está ainda em curso uma terceira implementação que vai permitir um grande salto qualitativo. Trata-se de Business Intelligence aplicada à produção, para uma visão rápida e atualizada em tempo real, de tudo quanto está a decorrer na produção da empresa de plásticos.

O software Alidata, aplicado à manutenção preventiva das máquinas, tem como objetivo minimizar as paragens e maximizar o tempo de vida útil dos seus componentes, levando assim ao melhor aproveitamento possível dos recursos da empresa. Para esta operação ser otimizada, são identificadas as máquinas e respetivas caraterísticas técnicas, são feitos os planos de manutenção preventiva e carregados no software, para depois se poder aceder ao histórico de manutenções e de custos com o equipamento.

Uma solução que aparenta ser simples e evidente, mas que obriga a um rendilhado de informações muito detalhadas e precisas. Desde logo, é necessário definir recursos e equipas de manutenção, definir preços de custo e fazer o planeamento dos serviços (diários, semanais, mensais ou com outra periodicidade) indexados à máquina, associar serviços à máquina, o material predefinido para cada tipo de serviço, tipologias das avarias, identificar serviços externos e de garantia, predefinir os tempos previstos para a realização dos serviços, possibilidade de ter checklists associadas ao serviço, entre outros elementos a serem inseridos no software de manutenção Alidata.

No que toca ao Business Intelligence, para que debite a informação definida como crítica para a Sacos 88, é necessário, a montante, que, numa primeira fase, sejam identificados os indicadores-chave. São estes que vão alimentar os dashboards com informação sobre, por exemplo, as produções do dia, semana, mês, ano; ou outros índices por produto, equipamento, operação, ou até mesmo por operador.

Entretanto, os dois parceiros estão já a planear o próximo passo. Identificada a necessidade de aproximar ainda mais o armazém das matérias-primas para produção, a Sacos 88 está a analisar a forma de otimizar o processo de alimentação dos silos com a matéria-prima, assente em tecnológica leiriense. Além disso, está também em estudo uma aplicação para tablets, que permitirá apoiar a logística da receção e movimentação de stocks de matéria-prima em armazém e para produção.

Interplast20 Years Jaba traduçao técnica especializada 4.0InterPlast Acompanhe no FacebookInterPlast

Subscrever a nossa Newsletter

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

www.interplast.pt

InterPLAST - informação para a indústria de plásticos portuguesa

Estatuto Editorial