Talleres Filsa: controladores de nivel para sólidos y líquidos
Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa
Nova embalagem é 100% reciclável e inclui plástico reciclado

Repsol, Berry Superfos e Grupo Choví promovem embalagens circulares no setor alimentar

Redação Induglobal08/09/2021

A Repsol fornecerá o polipropileno circular que a Berry Superfos utilizará na sua fábrica de Pamplona para fabricar a icónica embalagem de 'alioli' em forma de almofariz para o Grupo Choví, líder em produtos especializados no mercado dos molhos.

A aliança entre as três empresas torna possível promover a embalagem circular no setor alimentar, um dos mais exigentes em termos de requisitos técnicos e de segurança. Graças a este acordo, as novas embalagens de ‘alioli’ da marca Choví deverão conter 25% de material quimicamente reciclado, proveniente de plásticos pós-consumo, tornando-se a primeira empresa do setor a adotar esta solução sustentável. Além disso, todo o recipiente será 100% reciclável após a vida útil.

foto
A Repsol será o fornecedor do material circular com que a Berry Superfos fabricará a embalagem emblemática do Grupo Choví, em forma de almofariz, para o seu “allioli” tradicional.

Todos os complexos petroquímicos da Repsol são certificados pelo ISCC Plus desde o início de 2020, uma certificação que é sinónimo da utilização e rastreabilidade de materiais reciclados. Por sua vez, a Berry Superfos em Pamplona e o Grupo Choví receberam esta certificação no final de 2020 e início de 2021, respetivamente.

A Repsol produz uma vasta gama de poliolefinas circulares sob o nome Repsol Reciclex. A multienergética utiliza tecnologia de reciclagem, de origem mecânica e química, tornando possível tirar partido dos resíduos plásticos que não são adequados para a reciclagem mecânica e que de outra forma acabariam no aterro sanitário. Graças à combinação destas tecnologias de ponta, os resíduos transformam-se em nova matéria-prima nos processos de produção de novos materiais circulares. As poliolefinas circulares de reciclagem química comercializadas pela Repsol conseguem cumprir os rigorosos requisitos de qualidade e higiene da indústria alimentar.

“Esta conquista vem juntar-se a todos os progressos que fizemos nos últimos anos em termos de sustentabilidade. O nosso compromisso com a inovação é forte, considerando sempre o impacto positivo no desenvolvimento de soluções, produtos e embalagens mais sustentáveis. Por esta razão, esta aliança que nos permite ter uma ‘argamassa’ mais sustentável, é um marco significativo para Choví”, afirma David Moya, Diretor Industrial do Grupo Choví.

“Este projeto é mais um exemplo da intenção diária da Berry Superfos em apostar em novos desenvolvimentos e no reforço das relações com os nossos clientes. Fornecendo inovação, em conjunto com tecnologia, serviço, e compromisso com o ambiente que é hoje necessário”, sublinha Ignacio Igea, Diretor Comercial da Berry Superfos na Península Ibérica.

Nas palavras de Fernando Arroyo, diretor de polipropileno da Repsol Química, “Esta nova aliança representa uma oportunidade para a Repsol oferecer soluções sustentáveis para a cadeia de valor à luz das atuais exigências da sociedade e de produtos altamente diferenciados, tais como esta emblemática embalagem em forma de almofariz. Graças à aplicação de tecnologia de ponta, as nossas poliolefinas circulares mantêm as mesmas propriedades que as resinas virgens.”

Com esta aliança, as três empresas continuam a promover a economia circular, facilitando esta transição num setor com elevados requisitos de segurança e higiene.

Jaba: tradução 4.0Virtual Molding

Subscrever gratuitamente a Newsletter semanal Ver exemplo

Password

Marcar todos

Autorizo o envio de newsletters e informações de interempresas.net

Autorizo o envio de comunicações de terceiros via interempresas.net

Li e aceito as condições do Aviso legal e da Política de Proteção de Dados

www.interplast.pt

InterPLAST - Informação profissional para a indústria de plásticos portuguesa

Estatuto Editorial